Sábado, 29 de Janeiro de 2022 02:02
61 98616-6793
Ipê 360 Dezembro laranja:

Campanha contra o câncer de pele alerta para importância da prevenção e diagnóstico precoce

Dezembro marca a chegada do verão e, com ele, o mês da campanha realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para a conscientização, cuidados e prevenção contra o câncer de pele

07/12/2021 20h13 Atualizada há 2 meses
211
Por: Redação
Campanha contra o câncer de pele alerta para importância da prevenção e diagnóstico precoce

 

De acordo com estimativa feita pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), no triênio 2020/2022, são esperados 185.380 novos casos de câncer de pele melanoma e não melanoma por ano, cerca de 88 mil em homens e 97 mil em mulheres. No DF, O Inca aponta para 114,13 casos de câncer de pele não melanoma para cada 100 mil mulheres, e 77,24 casos para o mesmo quantitativo de homens.

 

A oncologista clínica da Oncoclínicas, Claudia Ottaiano, explica os diferentes tipos de câncer de pele existentes. “O câncer de pele pode ser de dois tipos, melanoma e não melanoma. O melanoma é o tumor que tem origem nos melanócitos, células que produzem a melanina, e essa melanina pode estar presenta na pele e no olho. Os outros tumores são considerados não melanoma”, explica a especialista.

 

A oncologista alerta para a importância do diagnóstico precoce para um tratamento com maiores chances de cura. “As lesões de pele com características de assimetria, borda irregular, diferentes cores na mesma lesão e o aumento de seu diâmetro para mais que meio centímetro, devem ser consideradas suspeitas e avaliadas por uma equipe médica. Essa detecção precoce é muito importante em relação ao prognostico”, destaca Ottaiano.

 

O câncer de pele é o mais frequente entre homens e mulheres e representa quase 30% de todos os tipos da doença. As mortes pelo câncer não melanoma chegam a 2.616, sendo 1.488 homens e 1.128 mulheres, segundo dados do Atlas de Mortalidade por Câncer, compilado pelo Inca. 

 

A dermatologista, membro da SBD, e sócia da Clínica Harmonie, Clarissa Borges, alerta que o diagnóstico precoce é fundamental para um tratamento mais assertivo e a diminuição do índice de mortes em decorrência de cânceres melanomas. “Os cânceres de pele são visíveis logo no seu início, o que facilita o seu tratamento. Porém, quando o paciente demora a procurar o médico, uma doença antes simples de tratar, em seu estágio de início, pode se tornar fatal”, ressalta a dermatologista.

 

A especialista destaca que a maioria das pessoas acreditam que devem passar protetor solar apenas em longos momentos de exposição ao sol, mas é durante as atividades rotineiras, que o dano à saúde da pele é maior. “A aplicação do protetor solar deve acontecer ao longo do dia e em diversas áreas do corpo, não só no rosto. Toda área do corpo que não estiver vestida necessita da aplicação de bloqueador com, no mínimo, FPS 30”, alerta Clarissa.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Brasília - DF
Atualizado às 01h55 - Fonte: Climatempo
20°
Alguma nebulosidade

Mín. 17° Máx. 29°

20° Sensação
9 km/h Vento
88% Umidade do ar
80% (12mm) Chance de chuva
Amanhã (30/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Segunda (31/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 28°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias